Entrevista: Shakira é Capa da Revista GLAM Latina

A edição deste mês da revista GLAM Latina traz Shakira na capa em uma entrevista bastante descontraída. Falando sobre carreira, e família, a colombiana aproveitou para conversar um pouco sobre o que já viveu em sua carreira camaleônica e sobre seus planos, provando mais uma vez porque é ímpar não só no cenário pop, mas também na vida real. Confira a tradução:

Ela é um poço de energia, um ícone de beleza latina, –  e uma mulher ousada, corajosa ao ponto de nunca se contentar com o “suficiente”.

Há algumas estrelas que são famosas nos EUA. Algumas dominam a América Latina e outras ditam as regras na Europa, Ásia ou Oriente Médio. E há Shakira. Em todos os lugares do mundo  onde vai, ela é abraçada por seu público, dança, e encontra fãs delirantemente felizes. Eu nunca vou esquecer de estar andando pela casa em Nova Jersey, ouvindo um show de Shakira em Paris. Ela estava cantando uma balada em espanhol (e depois mesclada ao francês) com letras que eu conheci como um merengue famoso… Que ao que parece era na verdade uma canção popular francesa. Seu talento é alucinante.

Nascida em Barranquilla na Colômbia, Shakira Isabel Mebarak Ripoll de 37 anos, cresceu num estrelato à moda antiga, batendod e porta em porta e cantando suas canções para executivos, voltando para casa. “Você tem que colocar as mangas de fora e esperar para ouvirem você”, ela chegou a dizer isso antes da ‘Era do YouTube’. E o mundo a ouviu. Hoje Shakira tem um saldo de mais de 50 milhões de álbuns vendidos no mundo todo e ganhou uma combinação de 10  Grammy’s latinos e americanos, além de contratos com a Crest 3D White, T-Mobile e Danone. E vocês acreditariam se dissesse que ela tem a página mais curtida do mundo no Facebook? (com 93,9 milhões de likes crescentes, ela é mais popular do que Lady Gaga, e só perde para o próprio Facebook). Seu décimo álbum de estúdio, autointitulado SHAKIRA., foi lançado esse ano. Entrementes, significa que sua vida pessoal também floresceu; Ela e o jogador de futebol Gerard Piqué são pais de Milan, de um ano. Mas deixando todos os fatos de lado, a humildade de Shakira é o que deixa seus fãs em transe. Por isso ela dá os créditos para sua família unida. “Eles me deixam com os pés no chão, onde eles devem sempre estar”.

GLAM BELLEZA LATINA: Sua carreira está em alta, assim como a sua vida pessoal. O que te dá mais alegria agora?

SHAKIRA: Eu acho que é saber que eu posso compartilhar com Milan tudo o que eu aprendi e vi. Eu não preciso guardar toda essa informação pra mim mesma. Eu adoro ensinar a ele coisas novas todos os dias.

Nós gostaríamos de perguntar – Você e Gerard vão se casar?

Nós já temos o que é essencial, sabe? Nós temos união, um amor recíproco, e um bebê; Eu acho que esses aspectos de uma relação já estão estabelecidos, e um casamento não vai mudar isso. Mas se pretendesse me casar, ele seria o cara.

Você é conhecida – e adorada! – em todos os cantos do mundo. Se você tivesse de adivinhar, a que atribuiria isso? 

Eu sinto que tenho raízes em muitos lugares. Sou colombiana de nascimento, metade libanesa por conta do meu pai e ainda tenho raízes italianas e catalãs pelo lado da minha mãe. Sinto uma forte conexão com a Europa, o oriente médio e com a América Latina, e bem… Com estes três, você já tem uma grande parte do mundo coberta!

Mas você tem consciência do quanto seus fãs latinos te amamm em particular, certo? 

Meus fãs latinos são como amigos que, não importa o tempo que passe você vê-los, pode retomar as coisas de onde deixou, porque eles conhecem você por inteiro. Quando estou com eles, me sinto em casa.

Você grava a maioria das suas canções em espanhol e inglês. Porque isso é importante pra você? 

A música é a linguagem universal que quebra fronteiras e une as pessoas. Eu não acredito ser favorecida em certos mercados ou em certas línguas. Eu tive pessoas reagindo a algumas das minhas canções em espanhol em países não falantes da língua com tanto  fervor como na América Latina ou na Espanha. O mesmo acontece com o inglês. Essa é outro tipo de reação que me faz sentir sortuda por fazer o que eu faço.

Você tem vários gostos musicais: Você pode dizer que o rock e o country são seus favoritos. Mas que tipo de música latina você ouve?

Ouço Joe Arroyo, Carlos Vives, Oscar D’León, e Gustavo Cerati— que são os sons da minha infância. Eles me trazem memórias de bons tempos, como dançar, e até  mesmo me trazem de volta do distanciamento do Caribe. E as bandas de rock como o Soda Stereo pavimentaram o caminho para artistas como eu, que não me encaixava perfeitamente no molde do que a maioria das estrelas latinas estavam fazendo no momento.

Nós lembramos de quando você foi apresentada ao mercado americano, em 2000. Você já era um grande astro na América Latina, ainda que não falasse muito bem o inglês. Olhando para tás, o que você diria a essa menina que estava começando em um novo país?

As pessoas nesta indústria precisam te dizer o que é melhor para você. E um importante conselho, você tem que seguir seus instintos. Nunca subestime seu poder de decidir que rumo seu futuro tomará – Você é mais poderosa do que você pensa.

Então que parte do seu poder – e do seu sucesso –  te dão mais orgulho? Seus nº1 e seus shows esgotados? Sua fundação ‘Pies Descalzos’? Seu apoio ao presidente Obama na Comissão Consultiva de Excelência Educacional para os hispânicos?

Bem, isto é como escolher entre seus filhos, mas eu tenho muito orgulho do quão distante minha fundação chegou. Eu serei feliz se minha música deixar um legado cultural, mas eu estarei verdadeiramente satisfeita se meu trabalho com as crianças e a educação tocar vidas e ajudar a mudar o modo como a sociedade vê educação precoce.

Agora nos conte mais sobre a sua fundação. Você  já construiu um número impressionante de escolas. Seis delas já estão prontas e vem mais por aí!

O campo da educação é muito imediato e todos os investimentos mostram resultado imediatamente. É lindo ver quando você constrói uma escola em uma área onde não há nada – nada de eletricidade, ruas pavimentadas, ou água – e pouco a pouco você vê essa comunidade se transformar.

Mudando totalmente o rumo da conversa: Alguns de seus fãs, especialmente latinos, continuam preferindo você morena embora você já seja loira há um bom tempo. O que você mais gosta nos cabelos claros? 

Você sabe, é apenas uma cor. Eu gosto que o cabelo loiro dá muita iluminação no palco e destaca um pouco mais meu rosto. O cabelo preto me faz parecer mais gótica. Além disso, quantas loiras latinas estão no mundo? Hello! [risos]

Como você cuida dele? 

É preciso dedicação. Eu tento não usar produtos que contém álcool em sua composição, que podem resecar meu cabelo. Eu tento também usar serums com óleos naturais e shampoo livre de sulfato. Já tive coloristas péssimos que queimaram meus cabelos muitas vezes.

Sério? Nós vemos esse cabelo lindo e nem imaginamos essas histórias por trás dele!

Há histórias e lágrimas e suor por trás do meu cabelo, de verdade…

O que você carrega na sua bolsa de beleza para um dia na praia? 

O protetor solar SPF mais forte que puder encontrar e um creme para desembaraçar meu cabelo. Gosto de usar um serum de vitamina C  antes de aplicar a maquiagem, junto com muito hidratante. Também tento comprar produtos que tenham a mínimo de química possível.

Você tem um dos corpos mais comentados no mundo! Quanto você trabalha pra ficar em forma e torneada? 

Eu pratico esportes e me mantenho ativa quando não estou em turnê – Coisas que me fazem sentir bem, motivada e me divertem . O tênis é meu favorito. E gosto muito de dançar quando estou no palco, o que é muito bom para o coração e para tonificar o corpo.

O que você normalmente come quando não está em turnê? 

Sinceramente – o que quiser. Não acredito em me privar ou ser um escrava das dietas. Geralmente tenho uma alimentação saudável, mas não sou muito disciplinada. E quando eu preciso, seja para gravar um vídeo ou uma apresentação, me seguro um pouco mais. Mas é tudo uma questão de equilíbrio.

Vamos acabar com este recado: O que beleza latina significa pra você? 

Para mim, é confiante, apaixonante e – claro – cheio de curvas!

Confira a capa da publicação, que chega às lojas nesta semana:

s (2)

Tradução e adaptação: Guilherme Araújo para Shakira Brasil.