Shakira – Uma voz que clama por aqueles que não têm vez

Cantora colombiana tem se destacado ao longo de sua carreira por emprestar sua voz ao apelo de milhões de crianças e adolescentes que não têm acesso à educação básica 

Da Redação – Na noite de ontem (06), Shakira subiu ao palco na Alemanha para cantar, ao lado da banda Coldplay, alguns de seus mais recentes sucessos. Sua voz inconfundível ecoou por toda a Barclaycard Arena, em Hamburgo, para cerca de 16 mil presentes e para um número incontável de pessoas que assistiram sua performance através da transmissão online no Youtube. No entanto, mais do que dar voz a sucessos como Yellow, Chantaje, Me Enamoré e A Sky Full of Stars, a estrela colombiana emprestou sua fala ao clamor de milhões de pessoas ao redor do mundo que não têm sido ouvidas por anos. Shakira discursou no Global Citizen Festival a respeito da importância do acesso à educação de qualidade como método infalível de erradicação da pobreza e cobrou dos líderes do G-20 (bloco formado pelas 19 maiores economias do mundo mais a União Européia) uma postura mais assertiva em políticas e investimentos voltados para a educação.

Os que não têm vez nem voz
O apelo urgente de Shakira aos países ricos é que tomem ações efetivas para que até 2030 toda a população infantil do planeta tenha acesso à educação básica de qualidade. Mas há um longo caminho a ser percorrido. Segundo um estudo da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO) são 263 milhões de crianças e adolescentes fora da escola. As regiões com dados mais alarmantes são o sul e oeste da Ásia e a África Subsaariana, que concentram dois terços das crianças e jovens sem acesso à educação no mundo.

Dados do Fundo de População das Nações Unidas (Unfpa), divulgados em 2014, revelam que os jovens no planeta representam uma soma de 1,8 bilhão de pessoas e boa parte desse bolo não tem acesso à educação. E para piorar, 500 milhões desses jovens vivem abaixo da linha da pobreza.  As barreiras culturais e educacionais vividas por essa juventude colocam em xeque seu futuro e o próprio futuro global. Hoje, mais do que nunca é preciso dar atenção a esse quadro e fazer com que esses milhões de jovens e crianças que não tem vez e nem voz no mundo sejam ouvidos.

Shakira, uma porta-voz  em prol da educação
Shakira tem usado sua fama e visibilidade para trazer luz ao apelo desses jovens pelo acesso à educação de qualidade e a garantia de um futuro melhor. Hoje, Shakira em parceria com o ex primeiro-ministro britânico Gordon Brown trabalha em uma iniciativa global que busca o apoio dos países industrializados e emergentes para conseguir oportunidades de educação para crianças no mundo, especialmente por aqueles que vivem em zonas de conflito.

“Buscamos apoio dos países ricos para que invistam e aumentem os investimentos em educação, para que ajudem e contribuam com os países em desenvolvimento, países que até agora não puderam cobrir as necessidades de educação para a população infantil. Vivemos um um mundo tão globalizado que não podemos dar às costas a quem não está bem e nos limitarmos a tomar medidas insulares, domésticas. Nada do que acontece em uma parte do mundo não afeta o restante, não podemos pensar que em um país rico as coisas estejam bem, quando a metade da população infantil não vai completar sua formação escolar ou não desenvolverá as competências necessárias, porque deixará a escola para ir trabalhar”, disse Shakira em entrevista no Citizen Global Festival.

 

Shakira trabalha na criação de uma entidade de financiamento, similar às existentes na luta contra a malária e a AIDS, aplicada ao objetivo do acesso à educação. Com o apoio de Brown conseguiu 140 mil assinaturas apoiando sua iniciativa, que é centrada na quarta meta declarada para um DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL – o acesso universal à educação até 2030 –  e as entregou aos líderes do G-20.

“Eu gostaria de ver a Merkel, uma líder muito respeitada, mais envolvida na ajuda à educação. Não só a educação na Alemanha, mas também dos países pobres. Eu a diria, assim como ao resto dos lideres do G-20,’andem, trabalhem pelo futuro das crianças.”, acrescentou a colombiana.

Shakira, com sua fala, ecoa os anseios de milhões de crianças ao redor do mundo: um futuro melhor. Futuro que só será possível com investimentos massivos em educação de qualidade. Que sua voz continue bradando alto e que seja ouvida por aqueles que têm nas mãos o poder e a responsabilidade de fazer a diferença.