Confira a entrevista em português de Shakira para a revista Harper’s Bazaar

A versão mexicana da revista Harper’s Bazaar trouxe na sua 150º capa, o brilho e beleza de Shakira! Os clicks são de Jaume de Laiguana, seu fiel colaborador, com coordenação de moda de Gerard Angulo e Giselle Garcia Polanco, maquiagem e penteado de Beatriz Matallana (que anteriormente trabalharam com a loira para a capa da revista Vanidades, relembre aqui) enquanto a responsável pela maravilhosa entrevista foi a jornalista Dulce Villaseñor. Nesse ensaio deslumbrante nossa musa apresenta-se em meio a combinação de algumas grifes como Yolan Cris (Miriñaque), Dolores Cortés (Culottes – calcinha), Dolce & Gabbana (Sutiã e Sapatos) e Pandora e Bulgari & Chopard (Anéis).

Confira com exclusividade a entrevista, completa e traduzida pela equipe do Shakira Brasil para vocês:

Shakira – No Topo do Mundo!

Seu mais recente álbum , El Dorado, quebrou recordes ao redor do mundo em meia hora, mas parece que o êxito não oprime Shakira, e sim, é um ingrediente a mais em sua vida, que promete seguir dando o que falar.

Se seu sonho fosse um país, seguramente seria um em que se escuta música o tempo inteiro, ritmos elegantes, mas também sedutores e divertidos, daqueles que te convidam a sacudir o corpo ao percorrer uma canção. E esse país teria como primeira lei amar muito. Acima de todas as coisas a família, o companheiro e os filhos. Querer a humanidade pelo simples fato de existir, respeitar a filantropia, com os seus contrastes e desafios que sempre nos regressa os pés na terra. Amar, por só, a vida. E justo nesse país, apelidado Mebarak, tivemos a oportunidade de entrar. Essa nação tem 40 anos e surgiu na Colômbia. Neste lugar se produz, se dança e se canta com todo o coração. Dá-se tudo no cenário e não há tempo para cansar, somente para lutar pelo que se quer, sem medo das críticas e sem paralisias emocionais, também sem crises criativas. Em Shakira, tudo continua em movimento, e é inegável que, sem se importar se é dia ou noite, a energia flui.

Com uma carreira que se iniciou em 1995, a jovem com seus 18 anos, desfrutava provocar o público com letras em suma, honestas, de coração partido, a dor da existência, assim como temas super delicados como o aborto. Esse pop marcou a história de milhões de pessoas ao redor do mundo… as mesmas que hoje se perguntam “Em que momento essa jovem morena, que pintava os olhos dramaticamente e se atrevia a falar de assuntos fortes em suas canções se tornou um símbolo sexual e uma estrela internacionalmente reconhecida e admirada por tantos?“. Não obstante de suas curvas renovadas e seu cabelo ruivo, Shak, como assina em suas redes sociais, mantém simplicidade em seu caráter e seus álbuns continuam com frescor e inovação que desde o princípio foram suas características, porém agora, tudo parece girar ao redor de sua felicidade, e sua paixão em existir. E o gosto também é nosso, pois no meio de tantas notícias ruins e tragédias, encontramos essa mulher infinitamente talentosa, sorrindo, convidando todos nós a sua festa, presumindo todo o amor de seu companheiro, o jogador de futebol Gerard Piqué, que desde 2011 acompanha seu caminho e é o pai de seus dois filhos, Milan e Sasha, a quem ela assegura, são seus grandes feitos. Na entrevista, Shakira nos conta como evoluiu:

O que você gosta de demonstrar quando se veste?

Simplesmente quero me sentir bem. Eu gosto de mudar de look de vez em quando, mas sem me sentir escrava da moda, o mais importante é transmitir segurança. Isso é o que te faz brilhar.

Seu corpo é invejável, porém se observam as curvas. Em algum momento você se obcecou com a magreza?

Bom, me dou conta agora que quando tinha 20 anos não me via tão bonita, era mais insegura. Agora… o que daria para voltar a esses tempos, quando manter meu corpo era muito mais fácil! Sem dúvidas, ainda que eu goste de me cuidar, nunca fui obcecada com a magreza, e concordo com meu pai quando ele diz “Não há coisa melhor que um pouco de carne sobre o osso“.

Agora, como é sua rotina com seu corpo?

Sou muito constante com os esportes, e consciente de que tenha que se manter um esforço para obter resultados, mas não me castigo, e para descansar preciso de um dia em um Spa. Todos precisamos não nos mover de vez em quando.

Quão diferente é a Shakira de El Dorado da Shakira de Piés Descalzos?

São a mesma Shakira. Em diferentes etapas de evolução. Sei que tem quem gosta e sente falta da música de Piés Descalzos, mas sim, minha música é sincera, e sempre vai refletir o momento em que estou. El Dorado tem muitas canções de amor e alegria, Pies Descalzos tem algo mais de angústia de adolescente. Ainda que tenha muito carinho por essas canções, eu gosto da paz que passa a Shakira de agora. Sinto falta da inocência do passado, e também da energia e resistência! (Risos). Já não posso chegar de um país ao outro após uma viagem de 12 horas, recém saída do avião e trabalhar no mesmo dia. Não sei como fazia isso!

Aos seus 40 anos, quais valores são indispensáveis?

A honestidade e lealdade.

Se considera exitosa?

Agora sim. Mas não somente pela minha carreira, a qual agradeço muito meus fãs por ela, mas também pela família que formei. Que meus filhos possam crescer e ser boas pessoas, fazer o bem para os outros, isso considero um êxito.

Você é cantora, compositora, filantropa, companheira, mãe, mulher, como equilibra tudo isso para não ficar maluca?

Ter filhos já significa que você não é a chefe. Antes eu que marcava meu ritmo de trabalhar, ou quando descansava e o que tinha que priorizar… o que não é o caso agora. Meus filhos que tem marcado meus horários (risos). Mas estou agradecida, pois me ajudaram a me centrar e trabalhar de forma mais eficaz. Quando estou em um projeto, estou 100% nele. E quando os encontro, o mesmo. Sou sortuda pois posso levá-los ao meu trabalho, além de ter um companheiro que me apoia e me ajuda a encontrar tempo quando preciso me dedicar a minha carreira. Mas não há duvidas de que as prioridades mudaram, e agora, são eles.

Te chamaria a atenção ser mãe de uma menina?

Eu gostaria, mas a vida vai dizer se é esse o nosso futuro. Estou muito feliz com a família que tenho. Ainda, ser a única menina é genial! Me tratam como uma rainha! (Risos).

Quais conselhos você dá ao seus filhos a respeito de como tratar uma mulher?

Eu creio que em seu pai eles já tem o maior exemplo de como fazer isso: com respeito, paciência, admiração e amor incondicional.

Em algum momento, como muitas mulheres, você caiu na armadilha da busca pela perfeição?

Não caí, sigo caindo. Nós mulheres vivemos com muita pressão, e cada passo que damos adiante, as tantas expectativas tentam deter nosso caminho. Agora podemos mostrar que somos tão valiosas quanto os homens no trabalho, mas entra em jogo a culpa de falar como mulher em outros âmbitos, como esposa e companheira. É uma corda muito frouxa a que caminhamos, mas também somos as únicas capazes de nos libertar dessas limitações. E eu tento recordar que a perfeição é subjetiva, e que eu sou minha pior crítica.

Como é sua relação com Pique? O que em sua forma de ser a completa?

Ele é muito sensato, e eu, um pouco dramática. Ele me tranquiliza e me mostra a perspectiva. Nós dois somos um pouco gritões, mas em bom humor. Nos dedicamos a nossa relação da mesma forma como focamos em nossos filhos, também buscamos tempo para estar a sós, porque é importante que transmitamos a nossos filhos o entorno familiar com amor e não stress e indiferença, sempre amor.

Se tivesse um dia inteiro para si, sem filhos, companheiro ou trabalho? o que faria?

Uma cama, livros e um cobertor. Perfeição.

Agora, com os anos, crê que a felicidade tem limite?

Acredito que sou cada vez mais feliz, e espero não descobrir nunca se isso tem um limite!

A revista, que tem como seu foco principal a Moda, trouxe para nós algumas curiosidades sobre os itens básicos do estilo da diva, confira:

Ultimamente não me canso de escutar Coldplay, e também tenho escutado muito os The Chainsmokers.

Em minha bolsa, é imprescindível meu telefone.

No verão, gosto muito de colocar vestidos largos de algodão, são muito confortáveis e muito femininos.

Cavalli, Alaïa, Versace, Gucci, Julien Macdonald, Alexander Wang e Chanel são algumas de minhas grifes favoritas.

Para sair de casa, quase sempre levo batons e rímel, pois penso que não faz falta muita maquiagem durante o dia.

Devo confessar que gosto dos filmes de comédia romântica. O idal é desconectar-me do mundo.

De bases, eu gosto da Tarle, que é uma maquiagem orgânica. A descobri quando estava grávida.

No momento estou lendo mais livros infantis que qualquer coisa. Entre preparar uma turnê e ser mãe, me faltam horas no dia para ler!

Ainda, foi evidenciado o mais recente perfume de Shakira, Dance:

Por trás do curvilíneo e transparente frasco que imita uma silhueta feminina em movimento, se encontram três conceitos que inspiram essa composição aromática, por um lado, a expressão refrescante do cítrico aonde a pêra, tangerina e toranja, ainda, a intensidade floral das peônias e flores de laranja que concentradas no coração do perfume, ressaltam a feminilidade e o poder da sedução. Por último, a baunilha como uma nota de fundo se fundem com uma nota de caramelo para invocar a versatilidade do movimento. Dessa maneira a cantora cria, por meio desse aroma, um idioma tão universal quanto a linguagem corporal, e que logo, terá uma nova versão: Dance Diamonds.

Clique aqui e confira todas as fotos deste belissimos ensaio fotografico dm nossa galeria!