Shakira ressalta lealdade de Piqué, e como os filhos dão trabalho em nova entrevista

Prestes a dar o pontapé inicial na etapa européia da El Dorado World Tour, Shakira começou a conceder entrevistas a canais de tv de alguns países. Ontem foi ao a ar a mais recente no programa Veríssimo pelo Canale 5 na Itália.

O site Mundo Deportivo teve acesso a partes da conversa com a jornalista Silvia Toffanin, em que a cantora fez declarações reveladoras e falou um pouco sobre seu dia a dia como mãe, sua relação com o jogador de futebol Gerard Piqué e o comportamento de seus filhos.

Sobre a sua relação com Gerard Piqué, Shakira se revelou surpreendida consigo mesma.

– Se ele me revolucionou nestes 6 anos de convivência? Sim, definitivamente. Eu antes sempre disponível,ia ‘com um jogador de futebol jamais’, nunca havia me imaginado como namorada de um jogador de futebol. Tem sido um doce castigo do destino.

– “Nos complementamos. Somos muito parecidos em muitas cosas. Fazemos aniversário no mesmo dia (2 de fevereiro) e somos muito apaixonados e intensos e vivemos tudo ao máximo. Digamos que ele é mais tranquilo, e eu sou um pouco mais dramática”. 

Ainda sobre o marido, a colombiana ressaltou sua fidelidade e lealdade ao FC Barcelona.

– “A família está no centro do meu mundo. Piqué? O coração do Piqué bate pelo Barcelona. Acredito que é um dos poucos jogadores que nasceram e cresceram com a ideologia azulgrana é que ele a interiorizar. Acredito que neste momento não há dinheiro nem nada que o compre”.

– “A lealdade e fidelidade de Gerard são  sobretudo ao Barca. Ele se  transformou em uma instituição neste time. É difícil encontrar um jogador assim, porque os jogadores de futebol são mercenários em certos sentidos: vão e vem, vão de um time para o outro”.

Quando o assunto é a maternidade e a possibilidade de um terceiro filho ela é enfática.

“Um terceiro filho? Si vier será bem vindo. Mas neste momento e com dois filhos que são como seis… você não sabe como eles são! Puxaram tudo da mãe e do pai, se mexem como um ioiô o dia inteiro. São muito divertidos, mas às onze da noite estou exausta.