De Olho na Tour: Por que Shakira não vai se apresentar no Nordeste?

O retorno de uma das maiores estrelas de todos os tempos está próximo. Shakira desembarca no Brasil no inicio de 2018 para, ao que tudo indica, no mínimo três apresentações. Segundo o jornalista José Roberto Flesch, a colombiana se apresenta em Porto Alegre, Rio de Janeiro e São Paulo, em março. A artista integra o casting de uma das maiores produtoras de espetáculos ao vivo do mundo, a Live Nation. Com um contrato 360º, ela e apenas outros quatro grandes artistas globais têm todos os troncos de suas carreiras administrados pela gigante do mundo do entretenimento. Até março deste ano, os artistas da Live Nation chegavam até o país através de uma parceria com a Time For Fun (T4F), que chegou ao fim com a apresentação do canadense Justin Bieber. Desde então, os contratos são negociados com outras produtoras, dentre elas a Move Concerts. Como nossa coluna informou em primeira mão, a Move é a produtora responsável pela turnê de Shakira no Brasil. Mas a partir de 2018, a Live Nation começa a andar em território nacional com suas próprias pernas. Desde o final de agosto, a empresa oficializou suas operações no Brasil com a contratação de Alexandre Faria, que tem um longo currículo e tradição no setor de shows internacionais no país. Ele será responsável por expandir a atuação da Live em território nacional na aquisição de novos talentos, ou seja, expandindo a oferta de shows internacionais no país. A nossa coluna De Olho na Tour de hoje concentra sua atenção nas operações da Live Nation e nos reflexos de sua atuação na passagem de Shakira pelo país.

De cara, um assunto que sempre desperta interesse em nossos leitores é a “questão Nordeste”. Diversos artistas internacionais passam pelo Brasil com suas respectivas turnês, mas rotineiramente se apresentam nas mesmas capitais, e as cidades do Nordeste sempre ficam de fora do roteiro. Com Shakira parece que não vai ser muito diferente. Apesar dos rumores de um possível show da artista em Salvador, dificilmente ela deve se apresentar em cidades como Recife e Fortaleza. E o motivo parece estar ligado àquela palavra que todo produtor de eventos treme ao ouvi-la: logística. Em entrevista ao portal R7, Alexandre explica.

“É uma questão de logística. Rio e São Paulo quase sempre estão inclusos no roteiro. E aí com esses locais sendo as bases, Salvador e Recife ficam distantes, entendeu? Para facilitar, basicamente contamos com apresentações em Porto Alegre, Curitiba, São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Brasília. Outras localidades, acabam se tornando mais raras mesmo, porque prolongariam e encareceriam a estadia das equipes no Brasil.”, disse Alexandre Faria, vice-presidente e diretor de aquisição e talentos da Live Nation ao R7.

Alexandre Faria. créditos: Billboard Brasil.

Este é um cenário que precisa ser revisto, mas já avançamos com melhorias em infra-estrutura , profissionalização e melhor oferta de equipamentos, rede hoteleira, transporte e empresas de vendas de ingressos. Com a atuação própria da Live Nation no país, é possível que no futuro as turnês de Shakira no Brasil possam ser mais abrangentes. A ideia da empresa é promover no país ofertas mais atraentes. Um exemplo prático disso, seria a turnê conjunta de dois grandes artistas, como já acontece no exterior. Já pensou em uma grande turnê de Shakira e Coldplay?

Outro ponto interessante que chama a nossa atenção é o valor dos ingressos. Nossa coluna também já pontuou que entre os motivos que encarecem o preço dos tickets no Brasil estão o leilão entre as produtoras e a quantidade de carteirinhas de estudantes falsas. A Live Nation hoje é dona de diversas turnês cobiçadas. Com sua operação própria no Brasil, se prevê uma maior facilidade no agendamento desses shows e consequentemente uma redução nos custos operacionais.  Mas enquanto esse futuro não chega, nossa expectativa real é que o valor dos ingressos fique na faixa dos R$180-R$240 nos setores mais baratos e de R$540 a R$640 nas chamadas pistas premium, com os valores variando nessas faixas nas diferentes localidades. A previsão é que as datas oficiais sejam anunciadas em novembro. Ansiosos?