Management Artístico: As cabeças por trás da carreira de Shakira

[Shakira] “Chegou em Buenos Aires na noite de 1º de fevereiro e no dia seguinte trabalhava até à meia-noite. Era seu aniversário, mas não tinha tempo para comemorar. Na quarta-feira, ela voltou para Miami, onde posou para uma longa sessão publicitária e passou várias horas registrando a versão inglesa de seu último álbum. Na sexta-feira, ela gravou das duas da tarde até a manhã de sábado, dormiu por três horas, e depois voltou para o estúdio, onde trabalhou até às três da tarde. Naquela noite, ela dormiu algumas horas e voou para Lima no início da manhã de domingo. Na segunda-feira ao meio-dia, ela apareceu em um programa de televisão ao vivo; às quatro, ela foi filmada para um anúncio de televisão; À noite, ela foi a uma festa lançada por seus publicitários, e ficou até o amanhecer. No dia seguinte, 9 de fevereiro, ela entregou 11 entrevistas de meia hora para rádio, televisão e jornais, das 10 horas da manhã até as cinco da tarde, com uma pausa de uma hora para o almoço. Ela precisava estar de volta a Miami, mas no último minuto organizou uma parada em Bogotá, onde consolou as vítimas de um terremoto.”

O relato da agenda intensa e atribulada de Shakira, no auge da divulgação de Laundry Service (seu primeiro álbum em inglês) em 2002, pelo então seu amigo e também jornalista, Gabriel García Marquez, para o The Guardian, exemplifica como a rotina de um astro da música pop é atarefada. Quem ouve Shakira no rádio ou a assiste pela TV, não imagina que a vida de um cantor vai muito além das 2 horas em cima do palco. Para dar conta dos aspectos de sua carreira que não envolvem diretamente as gravações de músicas e shows, a colombiana conta com um time de profissionais qualificados. Uma das funções mais importantes e que foi responsável por levar Shakira ao patamar atual em que se encontra na indústria fonográfica é a de manager. O manager ou gerente é o profissional responsável por guiar a carreira do artista a que representa. É ele quem negocia contratos, procura outras fontes de rendimento, planeja a estratégia e ações de marketing como entrevistas, consegue aparições em programas de TV e premiações, patrocínios, dentre outras funções. No caso de artistas com alta notoriedade, como Shakira, o management artístico fica a cargo de uma grande agência de gerenciamento.

Roc Nation
A Roc Nation é hoje o escritório que cuida do marketing e management da cantora. Jay Brown é o manager específico da artista sob o selo do escritório. Foi ele quem conseguiu que Shakira participasse como coach em duas temporadas da franquia americana do The Voice, rendendo à cantora uma quantia estimada de US$ 12 milhões por cada season. Na época do lançamento e divulgação do último álbum em inglês da colombiana, o Shakira. de 2014, Brown conseguiu uma série de feitos para a carreira da estrela latina. Ele negociou os contratos publicitários com a T-Mobile, Crest e Target. A parceria com a Target, começou com um comercial que foi exibido durante os Grammys em janeiro de 2014, e ainda proporcionou uma edição deluxe exclusiva do seu álbum com três trilhas exclusivas para a rede varejista. De acordo com a Billboard, a mídia para a Target rendeu cerca de US$ 7 milhões à colombiana. Brown ainda conseguiu que Shakira se apresentasse nos ACM Awards, com sua canção Medicine, ao lado de Blake Shelton. Para El Dorado, a estratégia parece ter sido um pouco diferente, focando a divulgação nos meios digitais, com parcerias que envolveram grandes aplicativos para smartphones, como Boomerang (Chantaje), Flipagram (Me Enamoré) e Viber (Perro Fiel e turnê). Além de Jay Brown, a cantora conta com o gerenciamento artístico de Jaime Levine, sob o selo Shakira Entertainment.

 

360º
Shakira faz parte de um seleto grupo de 5 artistas (Madonna, U2, Jay-Z e Nickelback) que possui um contrato 360º com a Live Nation. A gigante do entretenimento opera todos os troncos de sua carreira em um contrato de 10 anos estimado na casa dos US$ 100 milhões (R$ 325 milhões). A Live produz e organiza suas turnês e através de suas subsidiárias gerencia os demais troncos da carreira. A Roc Nation fica com o marketing e management e há um acordo com a Sony (através da RCA e Sony Latin) para a distribuição de 3 álbuns, avaliado em US$ 30 milhões (R$97 milhões).

Ao longo de sua carreira, Shakira já contou com o apoio de diversos gerentes de carreira para alcançar sua empreitada de conquistar o mundo. O Shakira Brasil fez uma seleção com os principais nomes que já trabalharam com a colombiana. Confira:

  • William Mebarak

O pai de Shakira pode ser considerado o seu primeiro empresário ou manager. Foi ele que acreditou em seu potencial como artista, ainda quando criança, e investiu tempo e recursos até que ela assinasse seu primeiro contrato com a Sony Music na Colômbia.

  • Monica Ariza

Produtora de teatro de Barranquilla, foi sua primeira agente e responsável pelo contrato de Shakira com a Sony Music Colômbia para seus três primeiros álbuns, incluindo o exitoso Pies Descalzos, de 1995.

  • Jairo Martinez

Promotor. Após o sucesso do álbum Pies Descalzos na Colômbia, levou o single “Estoy Aqui” para os EUA e foi o responsável pelo primeiro show de Shakira em Miami, para cerca de 5 mil pessoas.

  • Emílio Estefan Jr.

Foi o gerente de carreira a partir do seu segundo álbum internacional, Dónde Están Los Ladrones?. Ele foi responsável por conseguir e produzir o Unplugged de Shakira para MTV, um dos pontos altos da carreira da colombiana e ponto a pé inicial do seu crossover.

  • Freddy Demann

Manager. Já trabalhou com nomes como Madonna e Michael Jackson. Assumiu o gerenciamento da carreira de Shakira em 2000, na turnê Anfíbio. A colombiana precisava de alguém completamente enfocado em sua carreira e Emilio estava ocupado na produção de álbuns de diversos artistas. Freddy conseguiu importantes contratos como o da Nokia e Pepsi durante a era Laundry Service e o apoio logístico para a turnê do Mangusto.

  • Jorge Ferradas

Manager de 2005 a 2007. Viabilizou a estratégia de comunicação e divulgação do ousado projeto dos álbuns Fijación Oral 1 e Oral Fixation 2.

  • Antonio De La Rúa

Ex-namorado e empresário. Gerenciou a carreira de Shakira de 2005 até 2012. Conseguiu excelentes contratos para a artista, como o acordo milionário com a Live Nation, o direito a compor e gravar o tema da Copa do Mundo de 2010 na África, e os patrocínios da aclamada e exitosa Oral Fixation Tour, entre outros.

  • Jay Brown

Atual manager de Shakira, entre outros artistas, sob o selo da Roc Nation.