Duas composições inéditas de Shakira aparecem em registro público de autores

Shakira é uma daquelas estrelas pop que são artistas completas. Muito além de intérprete, ela é também autora da grande maioria de suas obras musicais. A cada novo álbum, a colombiana nos brinda com cerca de 10 a 15 novas canções, mas a sua produção é muito mais extensa. Perfeccionista, quando está em estúdio, Shakira acaba criando muito material e apenas parte do seu trabalho entra na compilação de seus discos. Quando trabalhava na produção dos álbuns Fijación Oral 1 (2005) e Oral Fixation 2 (2005), por exemplo, ela disse em entrevista ter escrito mais de 60 canções no período. No entanto, apenas 20 acabaram no álbum. As 40 composições restantes estão, provavelmente, em alguma gaveta, uma pasta do seu computador pessoal, em um arquvo na nuvem, etc. Isso se repetiu em alguns outros projetos da artista. E vez por outra, algumas dessas obras “perdidas” acabam sendo registradas em sociedades de autores, para garantir o direito de propriedade intelectual. Geralmente, os registros das composições de Shakira aparecem na BMI, que é uma associação de autores dos EUA na qual ela é afiliada. No entanto, outras associações espalhadas pelo mundo também são usadas pela colombiana para registrar suas obras. E foi justamente em uma delas que o Shakira Brasil (SBR) fez uma descoberta, até então, inédita.

Na Sociedad General de Autores y Editores da Espanha (SGAE) estão registradas 342 obras creditadas total ou parcialmente à Shakira. No entanto, seu catálogo atual conta com 145 canções, cujos direitos de exploração foram adquiridos recentemente por um fundo de investimento britânico. Os quase 200 outros temas são remixs, versões alternativas, spots publicitários e temas inéditos nunca lançados de diferentes eras. O SBR já fez uma série de publicações exclusivas e divulgou em primeira a mão no mundo, a existência de vários deles, incluindo o registro recente de “I Need Your Love”. No entanto, consta no sistema da SGAE duas faixas inéditas que não aparecem no tradicional registro da BMI. São elas: “Te Equivocaste” e “Mi Mundo en Tus Manos”.

Os dois temas foram criados por Shakira e pelos compositores Donato Poveda Lopez (Cuba) e Juan Vicente Zambrano (Colômbia). Ao que tudo indica, as duas músicas parecem ter sido criadas no período de produção do projeto Fixação Oral e fariam parte do volume 1, mas acabaram descartadas. Nossa redação levanta essa hipótese baseada em algumas evidências. A primeira delas é o número de registro das faixas na associação. Todas as obras de Shakira com número de registro próximo na SGAE são dos álbuns Fijacion Oral e Oral Fixation. O que sugere que elas foram registradas no mesmo período. Outra evidência se refere aos outros autores. Donato Lopez já fez dupla com Estéfano Salgado, que trabalhou com Shakira na criação de “Ciega, Sordomuda” (1998). Provavelmente, eles foram colocados em contato por Emilio Estefan Jr, produtor executivo dos dois álbuns de Shakira que precederam o projeto Fixação Oral: “Donde Están Los Ladrones” (1998) e “Laundry Service” (2001). Já Juan Zambrano trabalhou com figuras como Jhon Secada e Gloria Estefan, justamente nos anos de 2000 a 2002, época em que ambos os cantores eram próximos de Shakira, mais uma vez por intermédio do produtor Emilio Estefan. Inclusive, Shakira chegou a escrever um tema gravado por Jhon Secada, “When Are you Gone” (2000). A pergunta que fica é: será que algum dia poderemos ouvir essas duas canções?

DEIXE SEU COMENTÁRIO

LEIA TAMBÉM

SIGA O SHAKIRA BRASIL

199,882FãsCurtir
92,700SeguidoresSeguir
8,080SeguidoresSeguir

ÚLTIMAS NOTÍCIAS