Hemorragia nas cordas vocais: a visão de um especialista sobre o caso de Shakira

Shakira Brasil consultou o fonoaudiólogo e preparador vocal, Reynaldo Lopes, para entender a extensão do problema que obrigou a cantora colombiana a adiar 17 shows da sua El Dorado World Tour na Europa

Esta semana os fãs da cantora colombiana Shakira receberam um verdadeiro balde de água fria. A cantora, que se preparava para dar início a sua série de shows pela Europa, foi obrigada a adiar a primeira etapa de sua turnê do disco El Dorado, em função de uma hemorragia nas cordas vocais. Através de um comunicado em suas redes sociais feito ontem (14), a artista de 40 anos confessou se tratar do “momento mais difícil de sua carreira”. Em nota, ela explicou que na reta final dos ensaios percebeu uma rouquidão incomum que a impedia de cantar. Seus médicos detectaram, então, que havia se produzido uma hemorragia em sua corda vocal direita. Shakira já havia cancelado os primeiros cinco shows que realizaria nos últimos dias, mas por recomendação médica postergou toda a turnê européia para 2018. O comunicado gerou preocupação entre os fãs da artista no mundo todo.

Uma publicação compartilhada por Shakira (@shakira) em

Para entendermos a real situação do problema enfrentado pela cantora, a equipe do Shakira Brasil procurou o fonoaudiólogo Reynaldo Lopes. Com mais de 22 anos de experiência, Reynaldo atua especificamente com clínica de voz cantada e falada no seu consultório, Atelier da Voz, em Copacabana, no Rio de Janeiro, e no ambulatório da Universidade Veiga de Almeida (UVA), onde é professor do curso de graduação de Fonoaudiologia. Ele possui especialização em Voz, pelo Centro de Estudos da Voz  (CEV-SP) e é Mestre em Educação pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ).

Confira a entrevista de nossa equipe com o profissional:

SBR: Quais os principais fatores que podem ocasionar uma hemorragia nas cordas vocais?

Reynaldo – Normalmente, quando há hemorragias nas pregas vocais, nome clinicamente usado em substituição ao termo popular “cordas vocais’, esta é originada pelo esforço excessivo no uso da voz. No caso de Shakira, possivelmente pode ter havido um desgaste grande da sua força e potência vocal durante a sua preparação para a turnê, e com isso, ocorrido a hemorragia. Quando a sua equipe médica diagnostica essa ocorrência, há a sugestão de repouso vocal. No Brasil quando isso ocorre com cantores de alto impacto, como Shakira, há um acompanhamento durante esse período de repouso vocal por fonoaudiólogos que atuam em voz cantada. Shakira é uma performer considerada uma atleta vocal e, com esse tipo de artistas, o acompanhamento fonoaudiológico promove a manutenção e aperfeiçoamento das potencialidades vocais, promovendo também a sua saúde vocal plena.

SBR: Este é um problema grave?

Reynaldo – Sim, mas quando atendido precoce, prontamente e de maneira efetiva pela equipe de saúde vocal composta por médicos otorrinolaringologista e fonoaudiólogos, a recuperação é rápida na maioria dos casos.

SBR:  Qual o tratamento, geralmente, é indicado nos casos como o de Shakira?

Reynaldo – Repouso vocal com acompanhamento fonoaudiológico. Quando lemos a expressão repouso vocal, associamos a ideia na qual a pessoa ficaria calada, em silêncio. Mas a realidade não é essa. Por cantores de alto impacto serem considerados atletas vocais, esses estão em constante condicionamento físico. Se param por mais de 72h, há o início de perda de potência, elasticidade e força vocal na estimativa de 2% a cada período de 72h. Por isso o repouso vocal é feito com exercícios vocais específicos e individualizados. As estratégias fonoaudiológicas para a recuperação dessa voz priorizam a promoção de uma cicatrização dos tecidos das pregas vocais, regulação da tonicidade das mesmas e sua flexibilidade, além de orientações quanto à alimentação, hidratação e repouso físico com até 8h de sono tranquilo por noite. São inúmeras as estratégias e vão ser definidas pelo Fonoaudiólogo assistente, baseadas nas necessidades da voz ao seu cuidado.

SBR: Quanto tempo, em média, é necessário de repouso para recuperação?

Reynaldo: Atualmente, no mundo, não se faz repouso vocal absoluto em atletas da voz. Muito raramente se faz isso, pois o repouso absoluto compromete os ganhos de anos de treinamento vocal. Para uma performer como Shakira, provavelmente haverá um tempo de trinta a quarenta e cinco dias para a sua recuperação plena. Possivelmente ela terá um Coach Vocal à sua disposição, o que muito provavelmente será um fonoaudiólogo. A atuação desse profissional junto a cantores faz toda a diferença na recuperação e melhoria das qualidades vocais saudáveis e permanentes.

SBR: Em casos assim, existe a possibilidade de sequelas permanentes ou alguma alteração no timbre da voz?

Reynaldo – Isso só ocorreria se ela não tivesse um diagnóstico médico precoce e seus desdobramentos. Claramente, no caso dela foi isso que ocorreu: prevenção, diagnóstico eficaz e procedimentos para a sua recuperação vocal efetiva. Possivelmente ela não terá sequelas e o timbre da sua voz será mantido como sempre foi. Os timbres vocais são modificados em casos clínicos assim quando não há um efetivo trabalho fonoaudiológico para se promover a boa cicatrização dos tecidos das pregas vocais doentes. Não acredito que seja o caso da Shakira.