De olho na Tour: Afinal de contas, quem vai trazer Shakira ao Brasil?

Se você é fã de carteirinha da Shakira como eu e vive em território nacional, as perguntas cuja resposta mais aguardamos são “quando e onde a colombiana vai se apresentar no país?” e “quantos porquinhos teremos que quebrar para fazer check-in no show mais aguardado da temporada?”. Infelizmente nós ainda não temos a resposta. A informação oficial dada pela equipe da própria artista é que as datas da etapa latino-americana da El Dorado Wolrd Tour serão anunciadas em breve. Mas enquanto esse “em breve” não chega, nossa equipe foi atrás de algumas informações importantes sobre a próxima passagem da colombiana por solo tupiniquim. Hoje, nossa coluna “De Olho na Tour”, que estreou semana passada, concentra sua atenção no Brasil. E a questão que levantamos é: afinal de contas, quem vai trazer a Shakira para se apresentar no nosso país?

Essa é uma pergunta que pouca gente se faz. Mas saber quem será responsável pelas apresentações de Shakira no Brasil pode nos ajudar a intuir sobre informações úteis a cerca do show. Apesar da crise, o país continua sendo atrativo para eventos de artistas internacionais de grande porte. Todo ano desembarcam por aqui dezenas de estrelas que arrastam multidões de brasileiros por onde passam. A expectativa é que Shakira passe por aqui em março de 2018, exatos sete anos após sua última turnê pelo Brasil, que desembarcou em Porto Alegre, Brasília e São Paulo. Naquela época a produtora responsável pelos shows da colombiana no país foi a XYZ Live. Hoje, a XYZ não atua mais no segmento de produção de shows internacionais, limitando sua operação nesse ramo ao marketing e publicidade de eventos de outras produtoras.

O Brasil conta atualmente com duas grandes produtoras capazes de viabilizar um evento de alta complexidade logística como a turnê da Shakira. A Time for Fun (T4F), a mais antiga em operação no país, e a Move Concerts, que iniciou suas operações por aqui em 2014. Nossa equipe não conseguiu entrar em contato com as empresas para confirmar qual delas negociou a vinda de Shakira, mas uma fonte extra-oficial nos levou a crer que a Move é a grande responsável pelos shows da colombiana em 2018 no Brasil. O fato se torna ainda mais crível quando levamos em consideração que as últimas turnês dos artistas da Live Nation, empresa em que Shakira integra o casting, foram e estão sendo realizadas pela Move. A produtora tem como sócios controladores os antigos diretores da XYZ, que já trouxe a cantora ao país, e opera em países como Argentina, Colômbia, ChilePeru e Venezuela. A exceção do último, são justamente os países em que Shakira percorrerá na América do Sul com a turnê El Dorado.

Possíveis Locais e Valor dos Ingressos

Com essa informação em mãos é possível ter uma ideia da média de preços dos ingressos, cidades em potencial e a empresa que pode ser a responsável pela distribuição dos tickets. Com a Move como produtora reacende a esperança do Rio de Janeiro entrar no itinerário da artista, já que a capital fluminense sempre tem entrado na rota dos shows internacionais realizados pela empresa, o que não acontece com a T4F. São Paulo, Porto Alegre, Curitiba e Belo Horizonte são cidades que também costumam receber os eventos de artistas internacionais fechados pela produtora. Cerca de 95% dos shows realizados pela empresa tem a Livepass na operação de venda de ingressos, o que fortemente nos leva a crer que os tickets serão vendidos por ela, assim como em 2011.

Os shows que apresentam o mesmo porte e média de cachê como o da Shakira têm ou tiveram o valor dos ingressos variando de R$240 (cadeira) a R$ 640 (pista premium do show mais caro verificado – Green Day). Artistas como Bruno Mars, Ariana Grande e John Mayer tiveram a pista premium vendida na casa dos R$560. Assim, a expectativa é que o valor dos ingressos não fuja dessa faixa. A Livepass oferece vantagens exclusivas para clientes dos cartões Ourocard (Banco do Brasil), como pré-venda antecipada e parcelamento do valor dos tickets.

Nós do Shakira Brasil também fizemos nossas apostas sobre os possíveis locais em que Shakira se apresentaria em cada uma das cidades acima, lembrando que não há até o momento nenhuma informação oficial.

Porto Alegre: Caso ela se apresente em Porto Alegre, o local mais provável seria o anfiteatro do estádio Beira-Rio, com capacidade para 15 mil pessoas.

Curitiba: Com um show em Curitiba, a colombiana se apresentaria na Pedreira Paulo Leminski, que possui um palco de 480 m² e capacidade para até 30 mil pessoas.

Belo Horizonte: A Esplanada do Mineirão tem sido a casa dos shows internacionais na capital mineira. Caso Shakira se apresente na cidade, é certo que o local do show será no espaço do famoso estádio, com capacidade para até 25 mil pessoas.

Rio de Janeiro: O Rio de Janeiro conta com alguns locais viáveis para a realização de grandes concertos. Pelo retrospecto de shows na cidade reduzimos nossas apostas para dois endereços. Um deles é a Jeunesse Arena, utilizada nos Jogos Olímpicos para as competições de ginástica, que conta com capacidade para até 18 mil pessoas. Outra possibilidade é a Praça da Apoteose, a casa do carnaval Carioca, que comporta até 35 mil pessoas.

São Paulo: Destino mais do que certo na passagem de Shakira pelo Brasil, São Paulo também oferece uma boa variedade de casa de espetáculos que poderiam receber o show da El Dorado Tour. Dois estádios de futebol saem na frente como grandes possibilidades: o Estádio do Morumbi, com capacidade para 65 mil pessoas, e o Allianz Parque que comporta 55 mil. Há ainda a Arena Anhembi, espaço aberto na dispersão do sambódromo paulista, com capacidade para 25 mil pessoas. Nossas apostas mais altas vão para o Allianz Parque.