O Brilhante Manifesto Feminista de ‘Las de La Intuición’

Para comemorar o dia internacional da mulher, o Shakira Brasil resolveu relembrar com você um dos clipes mais icônicos de Shakira, ‘Las De La Intuición’. Para nós, este talvez seja o clipe mais repleto de significado de toda a carreira da colombiana, e sua mensagem é mais do que apropriada para esta data. No clipe para a canção, cujo tema é basicamente a natureza feminina, Shakira colabora com Jaume de Laiguana para fazer uma forte crítica à posição da mulher na sociedade.

Ao longo do clipe, vemos Shakira realizando ações tolas e que estão fortemente ligadas à vaidade feminina e, consequentemente, aos padrões de beleza fortemente impostos: ela se veste, ela passa batom, se olha no espelho repetidamente e se perfuma.

Como se não fosse o bastante, ela passa boa parte do vídeo realizando movimentos e mecânicos que mais lembram uma boneca – que não pensa e não fala. Além disso, frequentemente a vemos acenando indistintamente com a cabeça, como quem concorda com absolutamente tudo. 

O visual de Shakira para o clipe também não foi escolhido por acaso. Ela alterna entre um look que remete à figura da dominatrix e ao BDSM  e outro que lembra o uniforme de uma estudante colegial – e é curioso notar como ambos são apenas facetas diferentes para a sexualização da mulher: no primeiro, ela é a dominadora e no segundo, apenas uma virgem inocente, mas ambas são alvo do desejo masculino. Vale também notar a escolha do roxo para a peruca, uma vez que a cor está fortemente associada à sexualidade e também à intuição, que dá título à faixa.

Porém, o aspecto mais intrigante da produção é o modo como Shakira interage com os elementos de cena, que não estão posicionados ali por acaso, e que representam uma forte crítica ao modo como a mulher é objetificada na sociedade: Ela empunha uma guitarra, mas não a não toca, e aparece junto a um carro, que não dirige. O único momento em que a vemos interagir efetivamente com um objeto de cena é quando canta junto a um ponto de luz – uma ação que poderia ser facilmente considerada tola, já que pontos de luz não propagam som, e que, em última instância significa que a voz feminina não precisa ser ouvida.

Relembre o trabalho:

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

LEIA TAMBÉM

SIGA O SHAKIRA BRASIL

199,527FãsCurtir
92,700SeguidoresSeguir
8,697SeguidoresSeguir

ÚLTIMAS NOTÍCIAS