Engenharia de Som: Entenda as etapas de produção do novo álbum de Shakira

Da Redação – Ontem (12), Shakira divulgou em suas redes sociais que estava trabalhando na mixagem de uma faixa de seu novo trabalho discográfico. A postagem colocou os shakifãs do mundo todo em alerta sobre a iminência do novo álbum de inéditas da cantora. No entanto, ainda não há previsão de lançamento do CD. Especula-se que o mesmo esteja disponível na primavera do hemisfério norte, que corresponde aos meses de março a junho. E ao que tudo indica, o projeto ainda não está finalizado. Shakira vem trabalhando no seu 11º álbum de inéditas há vários meses e a demora, em muito, tem a ver com o conhecido perfeccionismo da artista em estúdio. O produto final que chega até os fãs é o resultado de um trabalho intenso e complexo, que envolve toda uma cadeia produtiva, e vai desde o trabalho artístico de Shakira até às técnicas de engenharia de som. E é neste ultimo processo que vamos concentrar nossa atenção hoje.

Por dentro da produção do álbum

Quando Shakira termina de compor uma canção, a próxima etapa é entrar em estúdio e gravar a música. A gravação é o primeiro processo, propriamente dito, da engenharia de um trabalho discográfico. Na gravação são feitos os registros de todos os elementos fonográficos que irão compor a faixa: voz e instrumentos. Os instrumentos são gravados separadamente. Após a gravação, a música começa a ser editada: afinação de voz, ajustes nas execução de instrumentos, correção de volume, copiar e colar trechos repetidos, etc. Uma vez editada, a música passa por um importante processo chamado mixagem. Em tese, a mixagem é o balanço final entre tudo o que foi gravado, a junção entre os diferentes instrumentos musicais, voz e coros e sua harmonização.

“Na mixagem, há o equilíbrio de volume entre os instrumentos; sua posição no espectro audível (esquerda, ou direita); equalização dos sons de cada elemento, propiciando o ganho ou a atenuação de determinadas frequências para que não fiquem conflitantes. Além disso, há a compressão, necessária para controle das dinâmicas (serve para que um tambor, por exemplo, não ultrapasse determinado volume para não destoar da música); e a aplicação de efeitos, como reverb, que simula ambiente acústico; e o delay, cuja função é a de produzir ecos.”, destaca o engenheiro de som Vanius Marques, ao Globo Ciência.

A ultima etapa é a masterização. A música em si já está finalizada e nesse processo é feita uma revisão final e pequenos ajustes, quando necessário, como equalização, eliminação de ruídos e, por fim, a impressão da música em mídia digital ou física. Quem tem trabalhado com Shakira na engenharia de som, há bastante tempo, é o engenheiro e produtor Dave Clauss. No entanto, varias pessoas trabalham no processo de mixagem e masterização de cada faixa dos álbuns da colombiana. Basta dar uma conferida nos créditos das canções nos encartes de seus CD’s. Agora, da próxima vez que ouvirmos uma de suas canções, não nos esqueceremos do trabalho árduo dos técnicos e engenheiros de som que ajudam a tornar o trabalho da nossa colombiana ainda mais memorável.

***Com informações do Globo Ciência e do Instituto de Artes e Técnicas em Comunicação do Rio de Janeiro.